Razão de ser...

Razão de ser
Nesta cidade, cujo patrono é o ilustre poeta Bocage,
onde sempre existiu forte tradição poética,
com movimentos formais e informais de poetas e escritores,
faz todo o sentido a existência de uma Associação Cultural
que reúna os poetas numa "Casa da Poesia"
_________________________________
Objetivos da Casa (Consultar em rodapé)

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

O sonho



O sonho floresce às cores,
o sonho bate asas e voa,
o sonho alegra os amores,
o sonho perdido não entoa;
o sonho da noite embala
quando a mente não se cala
e deixa sorrir o coração;
o sonho percorre o prado
no dorso do cavalo montado,
segue em verde atapetado...
o sonho faz ver sem visão.

O sonho é riso e claridade,
o sonho cria desejos,
o sonho é loucura e saudade,
o sonho perfuma com beijos;
o sonho é mágico farol
que ilumina a vida como sol
e quantas vezes com utopia;
o sonho aponta a corrente
à água que vem da nascente,
acalma a alma que sente...


De, Inácio Lagarto (Setubal)

Sem comentários:

Enviar um comentário