Razão de ser...

Razão de ser
Nesta cidade, cujo patrono é o ilustre poeta Bocage,
onde sempre existiu forte tradição poética,
com movimentos formais e informais de poetas e escritores,
faz todo o sentido a existência de uma Associação Cultural
que reúna os poetas numa "Casa da Poesia"
_________________________________
Objetivos da Casa (Consultar em rodapé)

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

1ª Conversa com Versos



Efetuámos a nossa primeira "Conversa com Versos" deste ano letivo, desta vez subordinada ao tema "Poesia em tons de mar" e de novo fomos presenteados com uma manhã muito agradável, rodeados de amigos e amantes da poesia que nos aqueceram a alma e o coração.

Gratos pela vossa presença e participação!

Deixamos aqui um poema que retrata o tema em foco:


Vejo ao longe aquele espelho

Refletido e reajo…
Reajo com todo o meu Ser!
Com todo o meu Saber!
Chego ao cais e embarco…
Embarco numa curta viagem
De puro prazer e deleite…
A espuma branca e as cores,
Quentes que predominam
No horizonte…

Vozes, rostos e risos,
Que enchem o meu coração!
O ondular dos cabelos e a
Música que invade os meus sentidos…

Paro…fecho os olhos…
Sinto-me pertence deste rio!
Desta alma pulsante!
Deste Ser, feroz mas elegante,
Neste sublime fim de tarde.

Chegam os tons do entardecer…
Laranja, amarelo, carmim,
Enfim…

O rio…cinza cor de prata!
Rejubilando, cantando!
Como que recusando
Este dia acabado!

Este Ser tem vida própria!

 Este Ser…

É o nosso querido Rio Sado!

De, Linda Neto






1 comentário: