Razão de ser...

Razão de ser
Nesta cidade, cujo patrono é o ilustre poeta Bocage,
onde sempre existiu forte tradição poética,
com movimentos formais e informais de poetas e escritores,
faz todo o sentido a existência de uma Associação Cultural
que reúna os poetas numa "Casa da Poesia"
_________________________________
Objetivos da Casa (Consultar em rodapé)

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Lançamento do livro "Histórias e Memórias" de Sara Monteiro

Parabéns a Sara Monteiro, pela simpatia com que trouxe a público, no passado dia 15, na Biblioteca Municipal, o seu interessante livro Histórias e Memórias (Contos e Poemas), bem como  muitas das suas expressivas pinturas, que ficaram patentes.

No evento, muito apreciado por todos, foi sensível  a admiração e o afeto de familiares e amigos para com a Autora. 


Entardecer

É ao cair da tarde
Quando tudo se aquieta,
Quando a cor quase esmorece,
Quando a luz se vai por fim,
Que eu vejo a tua imagem
Muito longe
Afastando-se de mim.

E é neste final de tarde,
Quando tu estás ausente,
Que a saudade bate forte,
Que a dor é mais dolorida,
E que a morte se presente.

E tudo isto acontece
Porque a tarde desvanece
E a minha vida se esvai

Na tua voz que se perde. 

                                                                             










Sem comentários:

Enviar um comentário