Razão de ser...

Razão de ser
Nesta cidade, cujo patrono é o ilustre poeta Bocage,
onde sempre existiu forte tradição poética,
com movimentos formais e informais de poetas e escritores,
faz todo o sentido a existência de uma Associação Cultural
que reúna os poetas numa "Casa da Poesia"
_________________________________
Objetivos da Casa (Consultar em rodapé)

sexta-feira, 16 de março de 2018

Mulher


          F l o r        

Branca flor da Mariposa;
Pura, fresca, sedosa
És de minha vida a Primavera
Oh riso cristalino
Irisado pelo brando Sol matutino.

Por vezes exuberante e branca rosa,
Terna, meiga de carinhos
E alguns brandos espinhos;
Porém, sem artifícios, mimosa
Florescente, radiosa;
A mais bela do jardim,
Vestida de carmim.
Talismã da minha vida,
Sempre bem-querida.



Elmano

Sem comentários:

Enviar um comentário