Razão de ser...

Razão de ser
Nesta cidade, cujo patrono é o ilustre poeta Bocage,
onde sempre existiu forte tradição poética,
com movimentos formais e informais de poetas e escritores,
faz todo o sentido a existência de uma Associação Cultural
que reúna os poetas numa "Casa da Poesia"
_________________________________
Objetivos da Casa (Consultar em rodapé)

quinta-feira, 31 de março de 2016

A ILUMINAÇAO


Amar a vida...
Plenitude da criação...
Devaneios férteis...sonhos de ilusão...                                                                 
...MULHER...esse Poder...SER...Paixão...querer...

...De que adiante ter um sol a brilhar...
...Nesse horizonte a desejar...
...De que serve sentir o tamanho das estrelas na palma da mão...
...Se não tenho esse amor...essa fonte de sedução...

...Amor não é vocação...é um amanhecer brilhando...
...Um sorriso na criação...um sorriso teu...um desejo na Criação...
...E vontade de te ter...no meu coração...

És meu jardim inteiro...florescendo...
São esses olhos pétalas...são esses sorrisos esteiro...
...Em que me deleito...repouso e deito...
...Sentindo o mundo como um ribeiro...

Mulher...que a ti respeito...

Caminheis como se de um amanhã fugisses...
Aprouvesses...um querer merecesses...
Ademais sem um senão...vivesses...

Navegueis intepestuosas águas...
Observeis um céu desnudado...
Sem orientação...bússola ou demarcação...
Sois um espírito livre de abominação...amado...nesse teu Coração...

Esse horizonte será a tua meta...
O amor...será intransponível...
De sentimentos...se navegardes...àquele que mais te afecta!
Sozinha em águas turvas..
Nubladas e difusas...Foges da verdade...
Vereis algum dia essa claridade?Amarás mais que podes e sentirás mais que desejas?

A par com tamanho senso...Mulher...a realidade...assim a vejas...
Liberdade de sentir...claridade ao unir...
Escolher sem ferir...
O tempo passa..o amor emigra...a vaidade...se perde...o desejo ferve...
Não estás mais em tua fronteira...Teu ser ...inebriante...afaga a...fustigante...e premeia...teu fruto...tua veia...
Já não há limites para sorrir...Mulher amada...Mulher amante...

Nuvens passam...o cáu se turva...Fustigante...
Beijos quentes se dissipam..
Numa noite de prazer...
Ama enquanto o amanhecer perdurar...toca as pétalas densas de uma flor...cujo cheiro exala o Amor...
Luar denso...brilhante a perder...
Nunca te percas na Dor...essa dor...alucinante...

Rosas perfumadas...
O suor em gotas húmidas e molhadas....
O romper de uma sensualidade...
Despertar para um amor tremulo...
Gritante e ofegante...
Em páginas demarcadas...adiante...vê-lo,aí em teu peito cravado de sentimento...
Sentindo o quente do toque...
Amor a reboque...
De palavras imaculadas...unguento...
Hoje o amor é sustido...ferido...humilhado e perdido...mas tu...só tu o poderás dar como rendido...
Tens nele teu céu...

 Coração frio...gélido...adormecido...
 Voando nas mentes...despejado por lábios humedecidos de sedução...
 Corpos calados...de paixão...
 Hoje o amor parece uma pagina inacabada...de um conjunto de poemas...ou trova de canção!
 Sem conteúdo...ou emoção,mas tu Mulher saberás com teu doce alento criar lhe fermento...fazer teu pão...
 Fisicamente sentindo...alheado de toda a noção...pois só Tu és a razão...

Mulher...que completa essa paixão...
A razão porque o homem poderá entrar ou sair da solidão...
Ama enquanto o amanhecer perdurar...toca as pétalas de um florescer tardio...nesse campo de batalha que é o amor...desperta num campo de sonho onde existe um jardim...Encaminhe seus passos mais adiante...procure enfim...selar esse amor...com seus lábios e desejos sem fim...
Pois hoje nem a musica me acalma...Neste meu sonho enfim...

Nem seus tons me confortam a alma...
Perdendo a noção deste tempo...gritando por dentro...fugindo de mim...
Sou espírito livre...Mulher ama me desesperadamente assim...
Vou caminhando na frase...
Quieto amanhecer que a poesia ressalva...
Estou aqui...te sentindo... minha esperança...meu caminho...Tua estrada que me salva!


Por, João Santos

Sem comentários:

Enviar um comentário